segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

A ESCOLA SONIA ZANI PARTICIPANDO DO II ENCONTRO PROUCA SC.

No dia 12 e 13 de Dezembro a escola Sonia de Oliveira Zani participou do II encontro das escolas PROUCA/SC que aconteceu em Florianópolis. Recebemos algumas informações de como o ProUca vai continuar em 2012, que será liderado pela Dra. Juliana Becker que ira substituir a Profª  Edla Ramos pois ela estará trabalhando em um novo projeto . O MEC também esta buscando uma solução para a continuidade da manutenção física dos uquinhas. As escolas apresentaram seus trabalhos e metas para 2012. Assim discutimos algumas ações em grupo com as escolas irmãs e avaliamos o que foi valido e como o trabalho iria seguir em 2012.

FOTOS DO EVENTO:







quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

APRESENTANDO A ESCOLA SONIA DE OLIVEIRA ZANI E O BAIRRO PASSO DOS FORTES .



Esta Unidade Escolar foi criada  pelo DECRETO Nº 1672 de 15 de janeiro de 1990, dando inicio as suas atividades  em   03 de março de 1990, para atender os alunos  da região do Passo dos Fortes. A  mesma funcionou por  4 anos em um  barracão  semi-aberto, emprestado da CIDASC,  quando então passou  para  o prédio próprio  em outubro de 1993. O nome que leva foi dado em homenagem  póstuma a Professora  Sônia  de Oliveira Zani.

  












A Escola Prof.ª Sônia de Oliveira Zani, situa-se na Rua Guarulhos, 636 E, Bairro      Passo dos Fortes, Chapecó, SC.
 Este ano foi matriculado  372  alunos,   17  professores  de 1ª a 8ª série, 1 diretor, 1 secretária,  1 especialista,  1 técnica  1  professora  na informática, 1 segunda  professora e  2 serventes.
Possui uma  área de 10 mil m² .  Sua  estrutura física é composta de: 10 salas  assim distribuída: 09 salas de aula 1 sala de vídeo, juntamente  deposito de materiais diversos, 1 sala de informática 1 sala de professores, 1 biblioteca, e não possui sala para o trabalho pedagógico,  1 cozinha, 1 sala para almoxarifado, banheiros masculinos e femininos, 1 área coberta com mesas para refeitório, 1 quadra de esportes, 1  ginásio coberto  e uma área verde com árvores nativas  e plantadas.
Realidade escolar: conforme  pesquisa, constatou-se que a comunidade é constituída,  por famílias  residentes  a mais de 03 anos no bairro e  município, com procedência   da  região  oeste,  e  RS.    São  de origem alemã, italiana, cabocla, polonesa .

FOTOS DA ESCOLA:



                               

ALGUMAS TURMAS DO EEB SONIA ZANI:

1º  E 2º ANO

3º ANO  MATUTINO

3° ANO VESPERTINO
4º ANO MAT. E VESP.
5º ANO
6º SÉRIE
ALUNOS REUNIDOS.

7º SÉRIE


Apresentação do Bairro Passo dos Fortes para as escolas irmãs.

Ano I. Trabalho da 3ªI e 3ªII da escola Profª Sônia de Oliveira Zani, Chapecó - SC - Profª ROSANE CRISTINA DREWS.
O Bairro Passo dos Fortes é o 3º maior bairro de Chapecó, com 11.534 habitantes, é bem estruturado e o seu nome vem do Passo dos Índios que era o nome do povoado antes da colonização da cidade.




A escola está localizada na divisa da cidade com a zona rural, onde tem o privilégio de conviver com uma vasta área      verde!



NESTE BAIRRO SE LOCALIZA:


ECOPARQUE
                                                                                                                             FÓRUM

DELEGACIA REGIONAL
                                                                                                                     TERMINAL RODOVIÁRIO


OS ALUNOS DA 3° ANO APRESENTANDO A SUA RUA E CASA  :

video video   video



PASSEIO COM OS ALUNOS DO TERCEIRO ANO  PELO BAIRRO:







                                                    ESPERAMOS QUE VOCÊS GOSTEM DA NOSSA ESCOLA E BAIRRO .

                                                                                          OBRIGADA .

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

ACESSO BLOG ESCOLA IRMÃ

Os alunos do EEB Sonia Zani, visitaram o blog da escola EMEB Esperança de caçador , que é uma das nossas escolas irmã do projeto UCA e puderam conhecer o município de Caçador a sua história e pontos turísticos . Ficaram impressionados com as novidades e cheios de perguntas para fazer a escola esperança.


Alguns relatos dos alunos:

Somos alunos da 4° série e achamos a cidade de vocês linda, apesar da distancia , podemos conhecer um a cidade do outro através desse trabalho com o uca. Deve ser muito legal todas as historias que vocês tem pra contar sobre o museu do contestado. A enchente que aconteceu ai em 2011 nos chamou a atenção e gostaríamos de saber se com a enchente quantos metros o rio ficou fora do seu leito? A inundação durou quantos dias na cidade? . Também queremos conhecer o museu por dentro. Muito obrigada por postar todas essas informações para nós.


Comentários das turmas da 3º série mat e vesp. 

Ola escola Esperança visitamos o blog de vocês e gostamos muito da Cidade de Caçador e vocês tem muita história pra contar. A curiosidade sobre a enchente que aconteceu ai foi grande e temos algumas perguntas:
Se alagou a escola? 
Alguém morreu com a enchente?
O rio fica no centro? Não é perigoso para as crianças?

Quando vocês falam do tomate ficamos imaginando como seria uma plantação de tomate, o pinhão também nós chamou a atenção, o aeroporto de vocês é maior do que o nosso aqui de Chapecó. Também achamos a igreja ai de Caçador linda, o museu é muito interessante ficamos fazendo muitas perguntas sobre a história e a coisas que tem nele. Enfim foi bem legal conhecer Caçador e sua história e pontos turísticos. 

Olà meu nome è Pamela kremer e gostei muito do blog de vocês.



FOTOS DOS ALUNOS ACESSANDO O BLOG DA ESCOLA ESPERANÇA .












AGRADECEMOS PELA DEDICAÇÃO E TRABALHO DE VOCÊS 
VALEU CAÇADOR !

terça-feira, 22 de novembro de 2011

CONHECENDO O MUNICÍPIO DE CHAPECÓ



APRESENTANDO CHAPECÓ-SC PARA NOSSAS ESCOLAS IRMÃS 
(PROJETO UCA - Um Computador Por Aluno.)

ORIGEM DO NOME CHAPECÓ
Chapecó é palavra de origem Kaigang com várias interpretações: "chapadão alto",  “chapéu feito de cipó" e " põe no chapéu" para nativos da língua.Segundo pesquisas feitas pelo Dr. Selistre De Campos, a palavra origina-se dos termos       " echa" + "apê" + "gô", que na língua dos nativos significa " donde se avista o caminho da roça.
Chapecó antigamente
Chapecó antigamente











HISTÓRIA
O oeste catarinense era habitado apenas por índios até 1838, quando tropeiros paulistas e imigrantes italianos e alemães vindos do Rio Grande do Sul começaram a cruzar a região, rumo a São Paulo, para comercializar gado. A partir das paradas de tropeiros e com a vinda das companhias colonizadoras, iniciou-se o processo de migração de outros Estados, principalmente do Rio Grande do Sul. Chapecó tem um rápido e constante crescimento das agroindústrias ampliou o mercado de trabalho e transformou-se na base da economia da cidade, juntamente com a agricultura. Mais tarde, o setor metal-mecânico surgiu como alternativa de desenvolvimento e vem se especializando na produção de equipamentos para frigoríficos. Localizada em meio a um entroncamento de rodovias federais e estaduais, com acesso fácil aos países do Mercosul - a Argentina está a 160km -, Chapecó é um ponto estratégico para negócios transfronteiras no sul do Brasil. 
                                                         
                                                           Fotos  Chapecó - SC
Adicionar legenda
                                                      
 

CARACTERÍSTICAS :
Pólo agroindustrial do sul do Brasil e centro econômico, político e cultural do oeste do Estado, Chapecó tem prestígio internacional pela exportação de produtos alimentícios industrializados de natureza animal. Suas grutas e sítios arqueológicos guardam muitas surpresas para os visitantes.
AURORA-AGROINDÚSTRIA
 
SADIA- AGROINDÚSTRIA






Data de fundação - 25 de Agosto de 1917.
  • Principais atividades econômicas : A cidade tem fama internacional por ser grande exportadora de produtos alimentícios industrializados de natureza animal, ocupando lugar de destaque na economia catarinense. É também considerada a Capital Latino-Americana de Produção de Aves e Centro Brasileiro de Pesquisas Agropecuárias.
  • - População - 183.533 habitantes (2011)
    -
    Colonização - Italiana.
    -
    Principais etnias - Italiana, alemã e polonesa.
    -
    Localização - Oeste catarinense, a 630km de Florianópolis.
    -
    Área - 625,60km2.
    -
    Clima - Mesotérmico, com temperatura média entre 15ºC e 25ºC.
    -
    Altitude - 670m em relação ao nível do mar.
    População: 183.533
    91,61: urbana
    8,39: rural
    Limites : Norte: Municípios de Coronel Freitas e de Cordilheira Alta;
    Sul: Estado do Rio Grande do Sul;
    Leste: Municípios de Seara, Xaxim,Arvoredo,Itá e Paial;
    Oeste: Municípios de Guatambu, Planalto Alegre e Nova Itaberaba.

    HISTÓRIA DA ETNIA DE CHAPECÓ
    O Oeste Catarinense era habitado inicialmente por índios até o ano de 1.838, quando tropeiros paulistas e imigrantes Italianos e Alemães vindos do Rio Grande do Sul começaram a cruzar a região, rumo a São Paulo, para comercializar gado.
    As principais etnias de Chapecó-SC são: a Italiana, a Alemã e a Polonesa, porém sua colonização é de origem Italiana.
    Conheça agora um pouco sobre as etnias:

    * ALEMÃES: chegam em Santa Catarina, no início de 1.829, formado por um grupo de 523 alemães, oriundos de Bremem, fundaram colônias, como a de São Pedro de Alcântara. Diversas outras colônias foram criadas no estado e foram se expandindo pelo interior. Os alemães mantiveram-se isolados durante décadas em suas colônias, mantendo pouco contato com o restante da população no Brasil. Os alemães conseguiram manter sua língua e costumes intactos, sem receber muitas influências externas. Esses isolamento fez nascer em Santa Catarina uma forte raiz germânica. O Estado possui hoje o maior número de descendentes de alemães no Brasil. Cerca de 40% (quarenta por cento) da população catarinense é alemã.

    * ITALIANOS: Foi a corrente imigratória mais numerosa já recebida por Santa Catarina. Começaram a chegar no Estado em 1.875 e foram, como os alemães, fundando suas colônias. Foi no início do século XX, que Italianos vindos do Rio Grande do Sul, passaram a migrar para o Oeste de Santa Catarina, onde suas colônias prosperaram. Aproximadamente 30% (trinta por cento) da população de Santa Catarina descende de Italianos.

    *POLONESES: Chegam em nosso Estado no ano de 1.869, poloneses da Alta Silésia. Foram assentados na colônia Brusque, na região de “Sixteen Lots”, e hoje 5% (cinco por cento) da população de Santa Catarina descende de Poloneses (280 mil pessoas).
    Diferentes etnias na escola
                                     

    HIDROGRAFIA

    A cidade é banhada pelos rios Uruguai e Irani  (Bacia hidrográfica do rio Uruguai). Destaca-se, também, o Lajeado São José, fonte de água do município
    Rio Uruguai:

      


Rio Irani :
 


Relevo :

A região faz parte do Planalto Meridional do Brasil sendo suas características: 40% Plano e Suave Ondulado; 20% Ondulado; 30% Forte Ondulado; 10% Montanha e Escarpado.
( Serra do Irani e Serra do Goio Ên)
A média de elevação é de 670 metros acima do nível do mar.

Solo:
O solo é formado principalmente de terra vermelha, com depósitos de basalto, argila e água mineral.


Clima:
Tipo de clima: úmido Mesotérmico.
Precipitação Pluviométrica : 2.610.8mm.
Umidade relativa do ar:71.82./.
Temperatura média anual: 19.60
Geadas : julho a agosto (tardias em setembro)


DESTAQUE
O destaque da cidade de Chapecó são as várias festas, feiras e exposições que atraem turistas de todo o Brasil e do Exterior. O Salão Brasileiro da Suinocultura, a Festa do Leitão Light, a Festa do Frango e do Peru, a Festa das Nações, a Kerbfest, a Würsfest, a Mercoagro, a EFAPI (Exposição feira Agropecuária, industrial e comercial de Chapecó), a Mercomóveis, a Mercoláctea, a Decorare, a Expomerco, a Metalplast, a Novemberfest, a Projetec, a Ambientalis, o Dança Chapecó, a Logistique, entre outros inúmeros.
Efapi: Paque Tancredo Neves

TURISMO

O município é pólo econômico do oeste e firma-se também como pólo turístico. Sua excelente infra-estrutura urbana, a proximidade das estâncias minerais e a promoção de eventos, além da riqueza de sua economia, trazem cada vez mais visitantes à cidade. Em Chapecó são preservados os costumes gaúchos em vários CTGs (Centros de Tradições Gaúchas). Bem no centro do município, o Monumento ao Desbravador mostra a figura de um gaúcho empunhando um machado, símbolo do trabalho e da luta para subjugar o meio hostil. A obra é um cartão-postal e ponto de referência na cidade. Em sua base fica o Museu Paulo de Siqueira. Próxima ao monumento está localizada a Catedral Santo Antônio, inaugurada em 1956. Visite o Museu Tropeiro Velho, com mais de 1.000 artigos, entre peles, ossadas, ferramentas e armas abandonadas por bandidos e soldados da Guerra do Contestado e da Revolução Farroupilha, e o Museu Municipal Antônio Silvestre de Campos, faz parte do Museu de História e Arte de Chapecó, MHAC localizado no Prédio Histórico da Prefeitura, com seu importante acervo de arqueologia, arte e costumes dos indígenas e colonizadores, além de fotografias históricas de Chapecó.


FOTOS DE CHAPECÓ:
IGREJA : CATEDRAL SANTO ANTONIO
MONUMENTO  " O DESBRAVADOR"  AV. GETÚLIO VARGAS
ALUNOS NA PRAÇA 
MEMORIAL PAULO DE SIQUEIRA
CHAFARIZ : PRAÇA CORONEL BERTASO
ARENA CONDA  ( ESTADIO)
SHOPPING PÁTIO CHAPECÓ
CENTRO DE EVENTOS DE CHAPECÓ
ALUNOS DO SONIA ZANI NA UFFS
RIO URUGUAI
IGREJA CATEDRAL, VISTA INTERNA
UNOCHAPECÓ - UMA DAS UNIVERSIDADES DE CHAPECÓ
USINA FOZ CHAPECÓ
CACHOEIRA TRILHA DO PITOCO


ESTAMOS SUGERINDO TAMBÉM UM LINK DE UM VÍDEO QUE FALA SOBRE O MUNICÍPIO DE CHAPECÓ .


OBRIGADA PELA ATENÇÃO.
EEB SONIA DE OLIVEIRA ZANI